Com espuma: saiba por que o colarinho faz bem para a cerveja



Foto: Empório da Cerveja

Sommelier explica os motivos para você servir com espuma na próxima vez. Com ou sem espuma? Essa pergunta, repetida por garçons no Brasil inteiro na hora de servir a bebida, é parte de uma disputa ferrenha entre bebedores de cerveja. Afinal, o colarinho é bom ou ruim? Faz diferença ele estar presente no copo? Como ele é formado.

A primeira coisa que precisa ser dita é que sim, toda cerveja deve formar espuma. No entanto, a quantidade e a estabilidade dela irá variar de acordo com o estilo. “Existem estilos, principalmente ingleses, que formam pouca espuma e ela acaba rápido. Já as belgas têm muita formação de espuma, e faz parte do visual”, explica o sommelier e fundador do Mestre-Cervejeiro.com, Daniel Wolff.

A espuma é formada pelo CO (gás carbônico) e as proteínas contidas na cerveja. E ela é muito importante para a degustação da bebida. “Ela mantém o sabor, o amargor que está presente nela”, explica Wolff. Além disso, o colarinho ajuda a manter a temperatura da bebida no copo, e na liberação dos aromas.

No Brasil, é muito comum que os consumidores peçam a cerveja ou o chope sem colarinho. “As pessoas pedem sem espuma achando que vão ganhar mais líquido. Só que a espuma faz parte da degustação”, comenta. Wolff lembra que uma possível solução é adotar um sistema usado em outros lugares do mundo, onde os copos possuem a marcação da quantidade de líquido que devem receber, e o restante fica para o colarinho. “Isso seria justo tanto para o consumidor, quanto para quem está vendendo”, argumenta.

Cadê a espuma?

Mas digamos que você comprou uma cerveja que deveria ter boa formação de espuma, só que na hora de servir ela mal apareceu. Alguns fatores podem ter contribuído para isso. Um deles é a bebida estar com defeito de fábrica, mas há possibilidades extras. Há copos que são feitos para formar boa espuma, outros não. “O da Weiss, por exemplo, tem o formato para ter muita espuma. Já o pint é feito para não segurar espuma”, explica. Sujeira no copo é outro problema. Ou seja, copos mal lavados, ou com resíduos do próprio detergente, podem espantar a espuma. “A pessoa está comendo uma costela com muita gordura, ou está usando batom, no contato da boca com o copo isso mata a espuma”, lembra.

Fonte: Globo.com

Nenhum comentário :

Instablog

[Instablog][bleft]