Entrevista na Fazenda dos Lúpulos Brasileiros; Frutopia - Conheça essa História




Oi, minha gente! Olha... Um monte de vocês me cobrando essa matéria. Afinal de contas, não é todo dia que alguém visita a primeira plantação de lúpulo bem sucedida do Brasil e ainda por cima com a missão de comunicar essa experiência a todos.

Mas no dia em que finalmente parei para concluir essa matéria, aconteceu algo interessante que me fez (finalmente) sentar e escrever para vocês... Estava eu dirigindo, ouvindo a rádio Metrópole e logo ouvi a voz inconfundível da jornalista Nardele Gomes, junto com a risada desgovernada (adoro essa risada, rsrsrs) da outra jornalista, Cristiely França. Ambas estavam entrevistando Emília Nuñez do blog “Mãe que Lê” e autora do livro “A Menina da Cabeça Quadrada” (livro fantástico, inclusive).

Pois bem... Eis que de repente Emília conta que tem dois filhos, nada de mais não é? Só que ela, mesmo cuidando de dois filhos, escreveu sete livros em um ano! A-CRE-DI-TE, 07 livros, isso mesmo, SE-TE!

Como pode? Eu, por exemplo, tenho um filho de 11 anos (João Marcelo), o simples ouvir da sua voz já carrega todas as minhas atenções, por que meu cérebro funciona como se o JM fosse precisar de mim a qualquer momento. Impossível escrever com ele por perto, como ela consegue cuidar de duas filhas e escrever sete livros em um ano?

Balde de água fria.

Percebi que a minha grande desculpa para não ter escrito essa matéria até hoje, não passava de uma desculpa. Lição aprendida no programa Na Sala e na Cozinha” da Rádio Metrópole, falta de tempo não existe. Priorize, organize e permita que o mundo tenha acesso ao seu dom. Produza o que te deixa feliz, o planeta agradece.

E cá estou eu fazendo o que amo, comunicando cerveja. E vou contar tudo o que vi na Fazenda Frutopia para vocês.

Pois bem... No primeiro semestre foi lançada no mercado a cerveja Märzen, da cerrvejaria Baden Baden. De acordo com a empresa, essa foi a primeira cerveja produzida com 100% de seus lúpulos cultivados no Brasil, o lúpulo da Mantiqueira. Nos próximos dias a nossa editora e parceira Débora Matos vai explicar para a gente o que é o estilo Märzen e o que ela achou dessa cerveja degustada por nós recentemente no mês de outubro.

Então surgiu a ideia de visitar essa plantação de lúpulos nacionais, que fica na fazenda Frutopia, bem pertinho de Campos do Jordão. Por falar nisso, em uma das minhas colunas faço um comparativo entre o cenário da cerveja artesanal em Campos do Jordão, com o nosso cenário cervejeiro em Salvador, se você ainda não leu, ou deseja relembrar, clique aqui.

Ao ligar para o proprietário da fazenda Frutopia, me surpreendi com tanta receptividade e atenção, quero agradecer publicamente ao Rodrigo Veraldi, aqui vai o meu muito obrigado! Se vier à Bahia, vou me esforçar para que tenha o mesmo tratamento e até tentarei superar você, rsrsrs.

Rodrigo foi quem pesquisou e cultivou, ao longo de mais de 10 anos, diversas espécies de lúpulos, realizou inúmeros cruzamentos, até descobrir de maneira muito inusitada, uma espécie de lúpulo que resiste ao clima, ao solo e às adversidades brasileiras.

O lúpulo é uma planta muito sensível, sua flor é uma das matérias primas da cerveja e se adapta a regiões do planeta muito frias, com um solo de caraterísticas muito próprias e até mesmo uma quantidade certa de exposição diária a luminosidade natural, ou seja até a quantidade de luz solar naquela região ao longo do dia é importante para o seu cultivo.

E é por isso que 100% dos lúpulos utilizados em nossas cervejas são importados de diversas regiões do mundo. A flor é processada e compilada em pequenos blocos, armazenadas em embalagens à vácuo (pellets), conservadas à frio e ganham o mundo inteiro. O Brasil nunca conseguiu viabilizar comercialmente uma plantação de lúpulo, a planta nunca resistiu.

E foi isso que chamou a atenção do Rodrigo Veraldi, o fato de um país gigantesco como o Brasil gostar tanto de cerveja e importar 100% dessa matéria prima. Decidiu enfrentar esse desafio e tentar cultivar lúpulo. Foi a pessoa certa para encarar uma aventura que levou mais de 10 anos, mas essa aventura terminou da maneira mais surpreendente que você pode imaginar.

Em sua fazenda Rodrigo já cultiva frutas muito sensíveis a exemplo de amoras, uvas, nozes e etc. Frutopia vem da junção das palavras fruta e utopia. Só alguém cheio de utopias e ideais para nos entregar o lúpulo da Mantiqueira. Mas deixa ele mesmo contar essa história para vocês, gravamos um bate papo onde ele conta como, surpreendentemente, "descobriu" o lúpulo brasileiro. Tivemos diversos probleminhas técnicos com as filmagens e captação do áudio, mas o registro está feito e o papo ficou super legal, confere aí:


Mais uma vez obrigado a todos da fazenda Frutopia, ao seu proprietário Rodrigo Veraldi por nos receber. E vocês, nos próximos dias, poderão conferir uma coluna elaborada pela nossa Editora Débora Matos, sobre a cerveja Märzen, fique ligado no Portal da Cerveja e conheça as caraterísticas da 1ª cerveja com uso de 100% dos seus lúpulos cultivados no Brasil.

Até o próximo gole!

Marcelo Vasconcelos
Editor, Colunista e Apresentador do Portal da Cerveja
Certificado em Análise Sensorial, Gestão de Leveduras e On/Off Flavours
Consultor Especialista do Programa Estação da Cerveja da Rádio Metrópole 101.3 FM
Consultor Especialista do Programa Dicas da Saideira, Aratu On Line - TV Aratu / SBT 
Insta: @portaldacervejaoficial e @marceloportaldacerveja 
Contatos: 71 9.9933-2309 (Whatsapp) / marcelo@portaldacerveja.com





Nenhum comentário :

Instablog

[Instablog][bleft]