Baden Tour, saiba o que espera por você! - Por Marcelo Vasconcelos




Fala pessoal, hoje é dia de contar para vocês (em maiores detalhes), como foi o meu tour na Cervejaria Baden Baden. Abordei inicialmente esse assunto em meu artigo da semana passada (clique aqui e relembre), quando comentei sobre todo o cenário cervejeiro que vi, durante minha estadia em Campos do Jordão-SP. E trouxe para a gente algumas ideias que, ao meu ver, poderiam ser úteis ao crescimento da cerveja artesanal por aqui (clique aqui e relembre).

Bem, lembro-me que contei para vocês, que essa visita à fábrica me frustrou um pouco, lembro também de ter dito que, apesar disso, o custo-benefício em pagar R$ 30,00 para visitar a Baden Baden foi bastante positivo. Vou explicar.

Em primeiro lugar uma dica: Se você vai fazer esse passeio, marque a visita com antecedência de alguns dias. O agendamento das visitas pode ser realizado pelo telefone (12) 3664-2004, disponível entre 10h e 18h ou presencialmente, na recepção do Baden Tour. 

Ainda em Salvador, liguei para marcar o meu horário, mas senti o atendimento ao telefone um pouco frio e rápido. Na minha opinião, esse atendimento ao telefone, para a marcação do Baden Tour, deveria ser mais atencioso, para que o consumidor já fique encantado desde o primeiro momento. Gostaria que, de alguma maneira, a minha leitura sobre essa experiência pudesse ajudar a empresa a rever algumas coisas a respeito dessa ferramenta tão poderosa que ela tem em mãos, o Baden Tour é uma arma fantástica para o posicionamento da marca no país.

Marquei e cheguei 15 minutos antes, conforme solicitado. Inicialmente você senta em um puf numa sala e junto com cerca de 20 pessoas, assiste a um video de 5 minutos. Bem legal esse video, mas achei um pouco mais publicitário do que histórico. No meu modo de ver, o caminho não seria esse. Via de regra quem faz turismo gosta de história. E acho que a Baden poderia detalhar um pouco mais da sua rica história, em detrimento do tempo investido em apelos de marca e produtos. Dava para tratar mais de história do que de publicidade, tenho certeza de que o passeio se tornaria muito mais rico, até por que nesses quase 20 anos de Baden Baden, histórias ricas e divertidas é o que não deve faltar.

Depois você tem acesso à uma sala que te permite ver alguns equipamentos de brassagem à distância, separados de nós por uma parede de vidro. Nessa sala, recebemos uma explanação sobre o processo produtivo. Achei essa explanação um tanto quanto corrida e um pouco superficial, mesmo para pessoas leigas. Além disso, foi exibido ao público numa bancada ao lado, um pequeno pote de malte e outro de lúpulo, mas senti uma explicação sem uma preocupação maior em fazer o seu público entender o que é de fato a matéria-prima responsável, por tudo aquilo que nos levou até ali. Na minha opinião (e torcida) dá para a Baden otimizar essa abordagem e torná-la mais estimulante.

Em seguida acessamos brevemente uma sala com alguns fermentadores e degustamos dois chopes, para nos retirarmos em direção a uma espécie de Brew Pub, onde finalmente a explanação acelerada, desacelerou (rsrsrs) e podemos degustar 4 estilos de chopes diferentes (e maravilhosos). Aí você começa a sentir que seus R$ 30,00 estão voltando em forma de benefício, rsrsrs...


Mas valeu a pena. Como passeio eu esperava mais preocupação, carinho e didática para com o público, coisas simples de resolver. Todos ali são multiplicadores do que viram, todos tem um poder enorme de propagar uma boa, ou uma má experiência.

Só que tomar 6 chopes deliciosos por R$ 30,00 alavancou a experiência vivida, mas tem uma outra coisa bem positiva... Todos ganharam de presente uma linda taça de chopp da Baden Baden, adorei. Queria até inaugurar lá mesmo, com um dos Chopes servidos. Uma Red Ale (cerveja que encontramos facilmente aqui nos supermercados), porém maturada em barris de carvalho e elevado o seu teor alcóolico de 9% para 11,5%. Nossa... estava sensacional. Merecia uma taça especial, me arrependi de não ter sacado meu presente e solicitado meu chopp nele, rsrsrs...


Por fim, nos direcionaram à lojinha da Baden Baden, com survenirs, camisas e cervejas Baden de diversos rótulos. 

O preço cobrado, os chopes servidos e a taça de brinde, tornam esse passeio bem positivo. Mas dava pra ser melhor. Na minha opinião, o video inicial tinha que ser refeito, a explanação ao longo do tour e a explanadora precisam ser mais simpáticos e mais ricos de conteúdo, mesmo que a visita continue acelerada. E por fim, gostaria de ter visto ao menos mais uma área da Cervejaria, para sair com a sensação de que visitei a fábrica e não uma vitrine. Enfim... Essa é apenas uma leitura do que presenciei, com votos de que seja útil para a Cervejaria melhorar essa arma que tem em mãos, que é receber gente do Brasil inteiro, que vão sair de lá propagando tudo o que viram.

Terminei de saborear meus chopes e comprei uma camisa Baden Baden. De qualquer forma, indico o passeio a qualquer um que ainda não tenha ido, se a Baden Baden voltar um pouco mais de atenção à esse processo e implementar melhorias simples, ficará sensacional. Você amigo leitor, se já fez o Baden Tour, comente aqui e diga se gostou, se não gostou, se concorda ou não com o que eu disse ou com parte do texto. E se você ainda não foi, se puder, faça o Baden Tour, é uma boa experiência, mas volte aqui para deixar sua opinião também, combinado? É isso aí turma, espero ter sido útil.

Até o próximo gole!

Marcelo Vasconcelos
Editor, Colunista e Apresentador do Portal da Cerveja
Certificado pela Science Of Beer em Análise Sensorial, Gestão de Leveduras e On/Off Flavours
Consultor Especialista do Programa Estação da Cerveja da Rádio Metrópole 101.3 FM
Consultor Especialista do Programa Dicas da Saideira, Aratu On Line - TV Aratu / SBT 
Insta: @portaldacervejaoficial e @marceloportaldacerveja 
Contatos: 71 9.9933-2309 (Whatsapp) / marcelo@portaldacerveja.com



Nenhum comentário :

Instablog

[Instablog][bleft]