O’phélia: a nova cerveja artesanal portuguesa que é filha do whisky


A parceria entre a Maldita e a Jameson deu origem a uma cerveja de edição limitada feita em barris de whisky.


A cerveja artesanal e o whisky são, definitivamente, dois amigos improváveis. Porém, a combinação não é inédita. Na edição Caskmates, lançada em 2013, a Jameson fez repousar o seu whiskey em barris de cerveja. Agora, a fórmula é invertida às mãos de uma cervejeira portuguesa, a Maldita. Tudo para criar a O’phélia. Durante dez meses, a cerveja portuguesa estagiou em barris onde repousou o whiskey da Jameson. O resultado é uma cerveja “de base Irish Red Ale”, com teor alcoólico de 8%, “fortes notas de carvalho e final de boca de sabor a caramelo”. Ao fim de vários meses de espera, a O’phélia está pronta para ser servida mas nem todos a conseguirão provar. A parceria entre a Maldita e a Jameson deu origem a uma edição especial limitada a 3500 garrafas. As garrafas de 50 cl custam 7,9€ e estão disponíveis nas cervejarias especializadas. Em Lisboa, por exemplo, poderá provar a O’phélia na Cerveteca ou no Duque Brew Pub.


Fonte: NIT
Foto: NIT / Reprodução

Nenhum comentário :

Instablog

[Instablog][bleft]