Eventos Cervejeiros

[Eventos Cervejeiros][twocolumns]
[Eventos Dois][twocolumns]

Cerveja de UMBU? Sim, conheça esse sucesso produzido por uma Cooperativa



Olá meu povo!!! Quem já ouviu falar da Cerveja de Umbu??? Pois é, ela tem se tornado a queridinha aqui do Nordeste e já está chegando em outros lugares do Brasil também. A GRAVETERO Saison Umbu é uma cerveja feita por uma cooperativa do interior da Bahia (COOPERCUC).

A COOPERCUC (Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá) é uma cooperativa baiana que exporta produtos feitos de umbu para a Europa e já bem conhecida por fazer compotas, doces, geleias, polpas... tudinho feito com umbu gente! A cooperativa atua junto com 450 famílias, em dezoito comunidades do sertão da Bahia com a linha GRAVETERO. E agora chegaram chegando com a Saison de Umbu que já tá dando o que falar.

Aliás, pode falar umbu ou imbu... cada lugar do Nordeste tem uma forma diferente de chamar esse fruto rico em vitamina C. O nome vem da palavra "ymbu", de origem tupi-guarani, que significa "árvore que dá de beber", isso porque o umbuzeiro conserva água em sua raiz, podendo chegar a armazenar até mil litros; e essa água é muito utilizada na medicina popular. Além disso suas folhas e raízes podem ser usadas como alimento em época de grandes estiagens.

Originária dos chapadões semi-áridos do Nordeste brasileiro, dada a importância de suas raízes, Euclides da Cunha nomeou o imbuzeiro como a "árvore sagrada do Sertão". Sendo considerada um símbolo de resistência, pois essa árvore vive até cem anos. Daí eu pergunto a vocês: "como demoraram tanto para inventar uma cerveja com umbu minha gente?!". E depois disso agradeço gentilmente aos meus eternos e liiiiiiindos baianos que tiveram a brilhante ideia de juntar o umbu com malte, lúpulo e levedura! (APLAUSOS!!!)      
                       

Então, vamos ao que interessa??? Essa cerveja é uma Saison Farmhouse Ale (Escola Belga), com 6,9% de ABV (teor alcoólico), 23 de IBU (teor de amargor) e como ingredientes temos: malte de cevada, malte de trigo, polpa de umbu, malte de centeio, lúpulo e levedura. Temperatura ideal para consumo em torno de 4° a 6° C.

De coloração âmbar profundo com boa formação e persistência de espuma. Aroma de ésteres frutais que remetem a umbu dominam o olfato, notas suaves de malte e lúpulos; o condimentado, o floral e o frutado também aparecem. Gosto: ácido, doce e leve amargor; já no sabor uma explosão de UMBU!!!!! Além do floral e condimentado, um leve fenólico também se apresenta. Dá para sentir a levedura belga e os grãos na boca, super refrescante com final levemente seco. De corpo médio-médio, amargor moderado a leve. Achei que a cerveja pecou na carbonatação. O estilo pede uma carbonatação elevada e nessa cerveja estava baixíssimo o CO2. O final também poderia ser mais seco, o estilo admite isso. Resumindo, gostei bastante da cerveja, apesar dela pecar em alguns itens, porém tem uma excelente drinkability e eu passaria uma tarde inteira bebericando ela tranquilamente. Mas se ela fosse um pouquinho mais ácida e mais carbonatada eu passaria uma tarde e uma noite bebendo!!! Rsrsrsrs...

Então galera é isso aí! Fiz questão de trazer a análise dessa cerveja e contar um pouco sobre a história do umbuzeiro, pois conversando com um colega sommelier de outro estado sobre essa breja, ele comentou que havia bebido e achou ótima. E o melhor comentário foi: "ela é frutada, ácida, condimentada blá, blá, blá... e tem um sabor `azedinho` diferente que nunca vi. Uma delícia! Acho que esse azedinho deve ser o umbu né?!". Pasmem!!! Depois disso fui procurar mais informações sobre o fruto e fiz questão de trazer à mesa uma discussão sobre essa breja. E para os leitores que não são do Nordeste e não conhecem o nosso famoso imbu, imagino que tenha sido de ficar com água na boca. Pode vir correndo experimentar essa maravilha (tanto a cerveja quanto a fruta, ok?!).

Hoje vou ficando por aqui pessoal. Espero que tenham gostado da coluna! E gostaria de saber se vocês já experimentaram essa cerveja e o que acharam dela! Comentem aqui embaixo.

Beijos e Boas Cervejas!

(PS:. O texto foi editado em função da parceria com a Cervejaria Experimento Beer não estar mais em vigor com a cooperativa. A COOPERCUC atua sozinha há mais de dois anos na elaboração e produção da Cerveja GRAVETERO Saison de Umbu).

Débora Matos
Sommelière de Cervejas; Especialista em Análise Sensorial e Off-Flavours; 
Certificada pelo Instituto da Cerveja Brasil (ICB), Associação Brasileira de Sommelier (ABS) e Association de la Sommellerie Internationale (ASI – França)
Consultora Especialista do Programa 'Dicas da Saidera' na TV Aratu Online


Nenhum comentário :

Degustando

[Degustando][bleft]

Mundo da Cerveja / Série Introdutória

[G Barbosa][twocolumns]