Eventos Cervejeiros

[Eventos Cervejeiros][twocolumns]
[Eventos Dois][twocolumns]

Rosa Roja: por que o feminismo é necessário e cerveja boa também!

                                                

Buenas, pessoal!!!

A conversa hoje vem inspirada em muita alegria e comemoração, marcando o início da primavera mais esta flor, Rosa Roja brilha, ilumina, prospera! Neste 16 de setembro de 2017, dia internacional da Rosa Roja, completamos, orgulhosas, um ano servindo felicidade engarrafada! Este presente das deusas está marcado por muitos encontros com mulheres incríveis e poderosas que colaboraram com a nossa bela trajetória e sucesso! Portanto, venho compartilhar um pouco do caminho percorrido e da trajetória deste projeto. Quando me perguntam: “Mas afinal, de onde veio esta ideia de produzir tua própria cerveja?”. Respondo prontamente “Tem coisa melhor que cerveja?. Tem experiência mais satisfatória para um bom cervejeiro do que poder beber sua própria cerveja?”. Aos que ainda não se aventuraram, mas guardam esse desejo, eu mais que recomendo!!! Em realidade, a ideia surgiu há 4 anos, alimentada por um projeto de vida alternativo e autônomo de conseguir produzir o máximo de coisas que eu consumia. Produzir a cerveja passou a ser uma meta, afinal, se trata de algo essencial na vida de uma boa cervejeira. Desta forma, rumei em busca da independência etílica!!! A internet foi importante na época. Apesar de hoje contarmos com uma riqueza de informações infinitamente maior do que era há 4 anos, a pesquisa foi fundamental. Além disso, estudar cerveja, assim como beber, é uma delícia.  Aos poucos fui investindo em cursos e qualificações. Hoje sou sommelière de cerveja e estou cursando Tecnologia em processos cervejeiros. É gratificante demais quando as pessoas começam a gostar da tua cerveja. Assim surgiu o embrião da Rosa Roja, justamente pela empolgação das amigas incríveis que tinham a “dura” tarefa de degustar minhas produções e que estimularam muito para que minhas receitas e minha ideia se cristalizassem, criando a identidade que a Rosa Roja possui hoje. Enquanto mulher feminista, já trazia a necessidade de explorar o potencial dessa alquimia e ao mesmo tempo propor esta discussão através da cerveja. Por isso, a cada estilo, Rosa Roja homenageia uma mulher por sua coragem e ousadia. A Rosa Luxemburgo apresenta a riqueza de aromas frutado e cítrico, provenientes dos lúpulos na edição da American India Pale Ale, com muito estilo e personalidade.

Agradeço, profundamente, a todas as forças vibrantes e atuantes no processo de florescer, de ganhar corpo, cor e complexidade, de ser recebida com celebração e saboreada com os olhos, com a boca, com as mãos. Às mulheres incríveis e poderosas; às parceiras e aos que inspiraram e apoiaram a nossa caminhada e compartilham nosso sucesso, muito obrigada! Começamos hoje a bebemorar a Rosa Roja, anunciando que, dia 25 de novembro, teremos mais um encontro marcado no Barabadá, com aquele gostinho de resistência feminista. Rosa Roja: uma cerveja feminista! Deguste esta ideia!Descrição: https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif Participe do SORTEIO de SEIS Kits agora! Veja as regras abaixo e boa sorte!


#RosaRoja #CervejaRosaRoja #Cervejaartesanalfeminista #Meucorpominhasregras #ForaTemer #Nopasarán

Participe da Campanha #umanocervejaRosaRoja e concorra a um dos SEIS Kits que serão sorteados:

- Uma garrafa 600ml da Cerveja Rosa Roja Luxemburgo (American IPA)
- Uma garrafa 500ml da Cerveja Rosa Roja Criméia (American Pale Ale) Exclusividade ainda não lançada.
- Sacolinha customizada
- Adesivos
- Imãs Para concorrer poste uma foto ou vídeo com a Rosa Roja registrando seu momento com ela, curta a página da Rosa Roja, marque três amigxs, usando a hashtag: #umanoCervejaRosaRoja (Face + Instagram duplicam as chances).

Sorteio dia 16.10.2017


Graciene Ávila
E-mail: gracieneavila@gmail.com
Facebook: @cervejarosaroja
Historiadora, Sommelier de Cerveja e produtora da Cerveja Artesanal Feminista Rosa Roja de Salvador, Bahia.

A opinião dos colunistas deste site não condiz necessariamente com a opinião do portaldacerveja.com. Graciene Ávila tem liberdade para explanar seus pensamentos sem nenhum tipo de filtro ou censura, de forma sólida e autêntica. Sendo assim, o texto é de inteira responsabilidade do seu autor.

Portal da Cerveja
Beba, Curta e Siga - @portaldacervejaoficial
www.portaldacerveja.com


O Melhor Veículo de Comunicação Cervejeira da Bahia

Nenhum comentário :

Degustando

[Degustando][bleft]

Mundo da Cerveja / Série Introdutória

[G Barbosa][twocolumns]