Eventos Cervejeiros

[Eventos Cervejeiros][twocolumns]
[Eventos Dois][twocolumns]

Sommelier de Cervejas X Mestre Cervejeiro. Se completam? Onde começa um e termina o outro?


Oie, galera! Hoje estou aqui para falar de uma dúvida muito comum: a diferença entre o trabalho de um Sommelier de Cervejas e o de um Mestre Cervejeiro. Para quem transita no meio, a diferença até soa clara, mas nos últimos tempos alguém sempre se direciona a mim como: "e aí, mestre cervejeira?". E eu sempre corrijo dizendo: "entãooo, eu sou Sommelière e não Mestre Cervejeira". Pensando bem, a confusão faz mesmo sentido, por isso resolvi escrever sobre o assunto.

O Sommelier de Cervejas pode trabalhar dando consultoria e/ou assessoria nos diversos empreendimentos cervejeiros como bares, restaurantes, lojas de cervejas especiais, distribuidora, importadoras e em cervejarias de grande, médio e pequeno portes.

Quando você ouvir falar em Sommelier de Cervejas ou Beer Sommelier, lembre-se sempre do sommelier de vinhos, ou seja, um profissional que vai trabalhar ajudando o cliente a escolher a bebida mais adequada para cada paladar. Sim, é um trabalho que antes de você indicar a cerveja, você precisa "conhecer" um pouco mais o seu cliente, para minimizar indicações inadequadas ao seu perfil e gosto pessoal. Como fazer isso? Perguntando coisas simples como, por exemplo, qual cerveja industrializada ele mais consome, se gosta mais de doce, salgado, ácido e por aí vai. Todas as informações vão ajudar o sommelier a ter um sucesso maior na cerveja sugerida.

O Sommelier de Cervejas trabalha também criando Cartas de Cervejas (lembra que sugeri  compará-lo sempre ao sommelier de vinho?!), harmonização de cardápio e treinamento de equipe de bar/restaurante, sempre lembrando em servir melhor a clientela. Já nas distribuidoras, importadoras e lojas, o sommelier atua como ponte com o setor comercial de compras, adequando as escolhas a cada estabelecimento.

Nas cervejarias, a gente pode trabalhar ajudando o Mestre Cervejeiro a elaborar, modificar e melhorar as receitas. E a cada lote que fica pronto, o sommelier faz uma avaliação sensorial da cerveja com os objetivos de padronização, controle de qualidade e, em caso de off-flavour, análise de qual fase do processo de produção pode ter sido prejudicada.

O Sommelier de Cervejas trabalha basicamente com o produto já pronto, já o Mestre Cervejeiro é, de fato, quem vai colocar a mão na massa, ops, no malte. Ele quem decide e elabora a receita, escolhendo além do malte, quais lúpulos e leveduras vão ser utilizados. O mestre também vai decidir se a cerveja vai ter algum adjunto, alguma fruta, se vai ser uma cerveja de trigo ou não, entre várias outras especificações. Além de acompanhar cada passo do processo de fabricação do produto. O cervejeiro é responsável pela qualidade e pela padronização da bebida, tanto nas cervejarias artesanais quanto nas grandes indústrias.


Resumindo, são duas profissões que exigem muita técnica e paixão, lembrando sempre dos benefícios do consumo moderado e dos prazeres gastronômicos.
Aí, você vem e me pergunta: "e precisa curso pra isso?". SIMMM são cursos profissionalizantes e tecnológicos, onde você vai estudar muito e passar por provas teóricas e práticas. Só depois de tudo isso você estará certificado a entrar profissionalmente nessas atividades cervejeiras.

Eu como já sei que vocês vão me perguntar, então vou logo adiantar!!! E o cervejeiro caseiro, onde se encaixa nessa história toda? O cervejeiro caseiro é um entusiasta que também resolveu colocar a mão no malte, apenas não tem a titulação do Mestre Cervejeiro, ainda. Inclusive, todo Mestre Cervejeiro começou sendo um cervejeiro caseiro que quis se especializar ainda mais e foi à procura de mais qualificação.

Então, pessoal, espero ter esclarecido essa diferença. Inclusive eu gostaria de convidar um dos nossos amigos cervejeiros a dar o seu ponto de vista em cima dessa diferença. Eu adoro quando a gente discorda, porque quando a gente discorda ou quando a gente concorda, enfim quando a gente debate todo mundo aprende mais e a discussão fica muito mais rica. Semana que vem volto com mais novidades.


Beijos e Boas Cervejas!

Débora Matos
Sommelière de Cervejas; Especialista em Análise Sensorial e Off-Flavours; 
Certificada pelo Instituto da Cerveja Brasil (ICB), Associação Brasileira de Sommelier (ABS) e Association de la Sommellerie Internationale (ASI – França)
Consultora Especialista do Programa 'Dicas da Saidera' na TV Aratu Online

4 comentários :

  1. Muito bem escrito, leve, divertido e didático pra caralho!

    adorei!

    Mas, já que gosto da discursarão, o curso técnico de produção de cerveja faz um Cervejeiro. E gosto de pensar que (na ausência de mestrado pra isso) Mestre Cervejeiro é o professor do curso, não o aluno formado.
    É claro que o título também cai bem quando vem "de fora" em sinal de respeito, como na Capoeira por ex., onde não existe uma prova e sim a própria aprovação da comunidade.
    Só acho feio mesmo quando vejo alguns auto nomeados Mestres Cervejeiros kkkk
    Apesar de compactuar com o orgulho nível Deus sentido por quem faz sua própria cerveja! kkk

    Parabéns Debbie e ao Portal da cerveja !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, muitas vezes é questão de nomenclatura né! Tipo você chamar todo mundo de "doutor", "doutor" é quem tem doutorado.
      Mas enfim.... na minha opinião temos que valorizar cada profissional seja ele, cervejeiro caseiro, Mestre Cervejeiro, sommelier etc. E reconhecer sim a titulação de cada um. Obrigada pelo comentário Cabral, sempre bom ouvir a opinião de vocês.

      Excluir
  2. Muito bacana o texto!! Parabéns Débora Matos!! Mais uma vez trazendo uma leitura agradável e com boas informações! Acompanhar a coluna já está no meu cronograma semanal!! Sucesso!
    Bjs!

    Brena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Brena! Acompanha mesmo, toda semana trazendo informações e novidades para vocês!

      Excluir

Degustando

[Degustando][bleft]

Mundo da Cerveja / Série Introdutória

[G Barbosa][twocolumns]